segunda-feira, 13 de outubro de 2014

Texto Adulto ===Minha Sogra Deliciosa E Safada


MINHA SOGRA DELICIOSA by Eros
Autor: ARRUDA@...

Sou leitor destes contos eróticos e tive uma experiência fantástica com minha sogra há algum tempo atrás...vou descreve-la, tem cerca de 40 anos, ela é demais...alta, 1.72, pele clara, olhos esverdeados, cabelos ruivos, rosto bonito e corpo maravilhoso, tem seios grandes e firmes, com bicos rosados e pontudo - são lindos - cintura fina e coxas lisinhas e alongadas, a xana é extremamente rosada, carnuda, clítoris avantajado e cheira muito bem, realmente perfumada; sua bunda é firme e seu cuzinho é uma flor, incrível...é lógico que só pude descrevê-la assim depois que a conheci intimamente...tudo aconteceu nas férias do ano passado, em Julho de 1999, sou casado e muito feliz, minha esposa se parece com a mãe, é muito bonita e gostosa, sempre nos realizamos sexualmente, mas sempre tarei a mãe dela; a minha deliciosa sogra, mas nunca tive a ousadia de tentar nada, porém nestas férias fomos passar duas semanas em uma praia no sul de Pernambuco, eu, minha esposa, minha sogra e meu sogro. Nada de anormal acontecia, sempre muita praia, sol, pouca roupa e bebida...ficávamos horas na praia tomando banho e conversando...falávamos sobre tudo e estávamos sempre os quatro, meu sogro gosta muito de beber e se embriagar, principalmente naquela praia...às vezes íamos andar pela areia à noite, minha deliciosa sogra adora caminhar e sempre ia a noite, enquanto seu marido estava já a dormir totalmente embriagado...eu e minha esposa sempre íamos também, porém ela começou a mostrar-se indisposta por conta da menstruação que chegou em hora indevida, porque cortou um pouco nossas fodas diárias e me deixou um pouco carente...continuei as caminhadas noturnas com minha sogra que cada vez queria ir mais longe e demorávamos horas caminhando e sempre que retornávamos tanto minha esposa como meu sogro estavam dormindo...foi por aí que as coisas foram acontecendo, cada vez conversávamos mais e sobre tudo, inclusive sexo, lesbianismo, menages e coisas excitantes, que foram ficando mais excitantes a ponto de meu pau ficar duro. Como era de noite e andávamos pensei que ela não tinha percebido e continuamos a conversar e caminhar... foi quando ela parou, disse que queria mergulhar, o mar estava extremamente calmo e seco, eu falei que a acompanharia e entramos na água morna...mergulhei e quando retornei me encostei nela, não foi de propósito, porém ela percebeu meu estado de excitação e sorriu. Perguntei a ela por que ria e ela me respondeu com um beijo no rosto...e continuou a rir, logo percebi que rolou um clima e cheguei mais junto...ela não retrocedeu, ao contrário encostou-se...aí pensei: é agora...comecei a tremer e ela notou, sem dizer nada me abraçou e pude perceber seus seios duros, não resisti e dei-lhe um beijo na boca, ela gostou e me ofereceu sua nuca...aí rolou...estávamos na água e rapidamente me livre da sunga, meu pau estava enorme e pulsando, ela logo tomou conta dele e começou a punhetá-lo, de imediato comecei a sugar os peitões dela e a pegar na bucetinha, tratando logo de enfiar o dedo, já que ela estava super excitada...mal comecei e ela gozou...aí ela me disse que queria tudo...abri suas pernas e forcei meu pau na sua xana, ela abriu mais as pernas e entrei com tudo...bombeei...por uns vinte minutos...ela gozou de novo...aí a carreguei para o rasinho e me levantei deixando meu pau pulsante na frente de seu rosto, não deu outra, ela o abocanhou e chupou, chupou, lambia meu saco, lambia a cabeça, punhetava e quando falei que ia gozar, ela não parou e despejei tudo na boca dela...ela continuou chupando, daí dei-lhe um beijo demorado, sentindo o gosto de meu esperma, ela adorou...e disse que meu sogro nunca beijava ela depois de uma chupada...nos banhamos e tratamos de voltar...no caminho ficamos um pouco calados e seguimos para casa...ao chegar ela foi direto ao banheiro...fiquei esperando ela terminar o banho, mas para minha surpresa ela me chamou e entrei no banheiro, lá estava ela nua e na minha frente, foi aí que percebi que \"máquina\" que ela era, cai de boca, sentei-a na pia, abri suas pernas e comecei a chupá-la, seu grelo estava duro e grande, inchado, chupei até ela gozar na minha boca e ficar toda tremendo...a coloquei de quatro e comecei a comer sua xana por trás, ela tava toda molhada e gozou rapidamente, eu consigo controlar legal meu gozo e tratei de começar a chupá-la de novo, dessa vez dei uma atenção especial ao cuzinho e comecei a enfiar o dedo...ela não reclamou e fui em frente...chupava e introduzia o dedo, resolvi começar a forçar meu pau - como queria aquele cuzinho - como não entrava e ela reclamava que doía, pedi para ela esperar fui ao meu quarto de pau duro e apanhei o lubrificante que uso com minha esposa, passei no pau e no cuzinho dela, apontei, forcei um pouco e empurrei de vez, ela fincou as unhas na minha perna, mas eu bombeei e ela foi relaxando...fudi aquele cuzinho,
​enquanto ela se arrepiava toda, seus bicos dos peitos pareciam rocha, ela foi rebolando e terminou gozando muito...ela queria gritar, mas não podia...foi ai que gozei, enchendo o cuzinho dela...ela gozou de novo...ficou tremendo e pediu para me chupar...tirei da bundinha e botei para ela mamar...nos aclamamos e ela foi tomar banho, a água estava fria demais e não tomei banho, ficando com seu gosto na boca e o perfume de sua boceta e seu cuzinho no meu pau, nos despedimos com um beijo e cada um foi para seu quarto, com promessas mil ...estava calmo e satisfeito e fui ao meu quarto...me deitei, dei um beijo na minha esposa e quando ia dormindo, minha esposa se virou, disse que acordou-se com um barulho, foi ver o que era e nos ouviu pela porta do banheiro e me perguntou o que houve...fiquei surpreso e calado e pensei: puta que pariu, tô fodido...mas para minha surpresa, ela disse que depois a gente conversaria, e que ela ficou excitada com a situação e disse que se eu comi a mãe dela tinha que comer ela também, naquele momento e começou a cheirar...sentiu o cheiro de sua mãe e caiu de boca...fiquei excitadão...não podia acreditar...ela chupou meu pau, meu saco e começou a chupar meu cu...percebi que estava muito excitada e quis alcançar sua xana, mas ela disse que era a vez dela e enfiou um dedo no meu cu...não esperava por aquilo, mas agradou, deixei e ela foi ficando louca e me chupando com vontade...explodi e gozei na boca dela...ela continuou e em seguida começou a chupar meu cu...me disse que sempre teve vontade de fazer isso e que não se importava que eu comesse a mãe dela, mas que meu sogro nunca poderia saber e ela queria nos ver transando...mas essa estória eu conto em outra oportunidade....


--

​Por

Tio Beto

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...